Sindafep Seguros

Notícias

Imagem

Mude 1 Hábito: descubra por que um café da manhã saudável é importante para sua saúde

Na correria ou para emagrecer, muitas pessoas acabam deixando de fazer uma das principais refeições do dia

Mudar hábitos alimentares é um dos passos mais importantes e significativos para uma vida saudável. Uma dieta equilibrada contempla a divisão da ingestão de alimentos ao longo do dia, em no mínimo três principais refeições: café da manhã, almoço e jantar, podendo chegar a cinco refeições, considerando lanches intermediários pela manhã e pela tarde.

Segundo a médica nutróloga Emy Fukuda, em uma dieta equilibrada, as calorias ingeridas no café da manhã correspondem a um quarto ou até um terço das calorias diárias necessárias para um bom funcionamento do organismo.

Entretanto, buscando emagrecer, muitas pessoas pulam esta importante refeição, frequentemente praticando uma prática muito conhecida: o jejum intermitente.

– Uma das maneiras de realizar este tipo de dieta é fazer períodos prolongados de jejum, de 16 horas, todos os dias, com o período de alimentação restrito a 8 horas do dia. Nesta modalidade, muitas vezes, suprimimos o café da manhã como estratégia para perda de peso – explica a médica.

O princípio que está por trás do fato de pular o café da manhã levar ao emagrecimento é a restrição de calorias totais ingeridas no dia. Ou seja, emagrece tanto quanto se pulássemos o almoço ou o jantar.

Porém, fazendo isso, existe um risco de aumentarmos desproporcionalmente a ingestão de alimentos no almoço, favorecendo o ganho de peso. Além disso, é o café da manhã que permite ao corpo receber os nutrientes e energia necessários para o início das suas atividades, após o período de repouso. Mas, atenção, porque não é qualquer café da manhã.

Um bom café da manhã segue os mesmos princípios de uma boa alimentação, ou seja, prioriza o consumo de alimentos naturais, pouco processados, ricos em fibras e com uma distribuição adequada dos macronutrientes (carboidratos, proteínas e lipídeos).

– O cuidado que temos que ter é não exagerar nos carboidratos, presentes, por exemplo, no pão, torrada, tapioca, biscoito, açúcar, bolo, geleia e doces em geral, e esquecermos de incluir alimentos ricos em proteína, como, por exemplo, uma boa fatia de queijo, ovos, iogurte e leite, que também nos trará lipídeos associados.

E quem faz atividade física de manhã?


Segundo a nutróloga, esta questão é muito controversa. Há pessoas que precisam comer algo antes, para evitar os sintomas de hipoglicemia, como tremores, fraqueza e tontura. Mas também há aquelas que se sentem mal, com sintomas de indigestão, o que acaba comprometendo a qualidade dos treinos. Por isso, a recomendação deve ser individualizada.

Mas uma dica importante que a doutora dá é saber que, todas as vezes que se exercitar, seu corpo estará em condições ótimas para absorver proteínas. Por isso, aproveite o momento pós-treino e tome um bom café da manhã, rico em proteínas. O seu corpo vai agradecer!

Fonte: Mude 1 Hábito

Categorias:

Comente esta notícia

código captcha